Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...

Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...
Pretende-se que este blogue se materialize num importante contributo para o estudo das famílias do Alentejo, com especial incidência nas zonas de Borba, Estremoz, Vila Viçosa, Alandroal e Redondo.





“A genealogia não deverá tornar-se num processo dissimulado de busca obsessiva por gente nobilitada, socialmente distinta, mas antes como um veículo facilitador do conhecimento e apropriação do modo de vida daqueles que, independentemente do seu estatuto social e da sua condição económica, representaram o elo de uma corrente - a mesma que só tomou forma porque cada elo esteve em dado momento no seu lugar, com maior ou menor bravura, maior ou menor sofrimento e espírito de sacrifício, mais ou menos propósito, simplesmente teve a nobreza e o dom, que mais não fosse, da sua própria existência… e creiam que à medida que vou envelhecendo, vou proporcionalmente tomando maior consciência da importância e necessidade de “genealogia” e “humildade” caminharem sempre de mãos dadas…”

__________________________________________________________________________ O Autor





Telles Correia

Primeira Geração

      1. Ana de Jesus Telles.
Ana casou-se com Capitão-mor -Manuel Inácio Correia, filho de Francisco de Morais Correia e Maria Teodora Cunha Feio.

Eles tiveram os seguintes filhos

+           2 F         i.   Maria Teresa Vaz Telles Correia nasceu  em 23 dezembro 1819.




Segunda Geração

      2. Maria Teresa Vaz Telles Correia (Ana de Jesus Telles) nasceu em 23 dezembro 1819 em Sousel.
Maria casou-se com Felipe Nery de Almeida e Sousa em 6 maio 1835 em Sousel.

Eles tiveram os seguintes filhos
               3 F         i.   Maria Benedita Telles Correia de Almeida e Sousa nasceu em 16 fevereiro 1836 em Santo André Estremoz.
Maria casou-se com João da Silveira Couto Leitão em 11 julho 1861 em Pardais Vila Viçosa.


Sem comentários:

Enviar um comentário