Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...

Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...
Pretende-se que este blogue se materialize num importante contributo para o estudo das famílias do Alentejo, com especial incidência nas zonas de Borba, Estremoz, Vila Viçosa, Alandroal e Redondo.





“A genealogia não deverá tornar-se num processo dissimulado de busca obsessiva por gente nobilitada, socialmente distinta, mas antes como um veículo facilitador do conhecimento e apropriação do modo de vida daqueles que, independentemente do seu estatuto social e da sua condição económica, representaram o elo de uma corrente - a mesma que só tomou forma porque cada elo esteve em dado momento no seu lugar, com maior ou menor bravura, maior ou menor sofrimento e espírito de sacrifício, mais ou menos propósito, simplesmente teve a nobreza e o dom, que mais não fosse, da sua própria existência… e creiam que à medida que vou envelhecendo, vou proporcionalmente tomando maior consciência da importância e necessidade de “genealogia” e “humildade” caminharem sempre de mãos dadas…”

__________________________________________________________________________ O Autor





Babau

Primeira Geração

      1. João Rodrigues Pereira nasceu em Matriz Borba.
João casou-se com Maria Martins. Maria nasceu em Sousel.

Eles tiveram os seguintes filhos

+          2 M        i.  Caetano Martins Babau.


Segunda Geração

      2. Caetano Martins Babau (João Rodrigues Pereira) nasceu em M Borba.
Caetano casou-se com Josefa Joaquina. Josefa nasceu em M Estremoz.

Eles tiveram os seguintes filhos

+          3 M        i.  João Martins Babau.

+          4 M       ii.  Lourenço Martins Babau nasceu  em 1 março 1761.


Terceira Geração

      3. João Martins Babau (Caetano Martins Babau, João Rodrigues Pereira).
João casou-se com Joana Vitória Borralho em 1784 em S Bartolomeu Borba.

Eles tiveram os seguintes filhos

+          5 M        i.  Joaquim José Babau.

      4. Lourenço Martins Babau (Caetano Martins Babau, João Rodrigues Pereira) nasceu em 1 março 1761 em S Bartolomeu Borba.
Lourenço casou-se com Rosária do Carmo Reboredo em 1789 em S Bartolomeu Borba. Rosária nasceu em Matriz Borba.

Eles tiveram os seguintes filhos

+          6 M        i.  José Joaquim Babau.
               7 F        ii.  Serafina Rosa Babau.
Serafina casou-se com Francisco Rodrigues em 1829 em S Bartolomeu Borba.

+          8 M      iii.  Caetano José Babau.

+          9 M      iv.  Joaquim José Babau.
             10 M       v.  Joaquim José Babau.
Joaquim casou-se com Francisca do Carmo Guegués em 1822 em S Bartolomeu Borba.


Quarta Geração

      5. Joaquim José Babau (João Martins Babau, Caetano Martins Babau, João Rodrigues Pereira) nasceu em S Bartolomeu Borba.
Joaquim casou-se com Joana Inácia Ramos em 1814 em M Borba. Joana nasceu em Matriz Borba.

Eles tiveram os seguintes filhos

+        11 F         i.  Francisca Vitória Babau.

      6. José Joaquim Babau (Lourenço Martins Babau, Caetano Martins Babau, João Rodrigues Pereira) nasceu em S Bartolomeu Borba.
José casou-se com Manuela Rita Ramalho em 1813 em M Borba. Manuela nasceu em Matriz Borba.

Eles tiveram os seguintes filhos
             12 F         i.  Ana nasceu em 14 julho 1816 em S Bartolomeu Borba.
             13 F        ii.  Maria nasceu em 16 março 1818 em Matriz Borba.

      8. Caetano José Babau (Lourenço Martins Babau, Caetano Martins Babau, João Rodrigues Pereira) nasceu em S Bartolomeu Borba.
Caetano casou-se com Francisca do Patrocínio em 1837 em S Bartolomeu Borba. Francisca nasceu em Matriz Vila Viçosa.

Eles tiveram os seguintes filhos
             14 F         i.  Rosária da Conceição Babau nasceu em 24 julho 1842 em S Bartolomeu Borba.
Rosária casou-se com António Maria Guegués em 1880 em S Bartolomeu Borba.
             15 F        ii.  Filomena nasceu em 24 dezembro 1843 em S Bartolomeu Borba.
             16 M      iii.  António nasceu em 28 maio 1840 em S Bartolomeu Borba.
             17 F       iv.  Maria nasceu em 25 março 1838 em S Bartolomeu Borba.

      9. Joaquim José Babau (Lourenço Martins Babau, Caetano Martins Babau, João Rodrigues Pereira) nasceu em S Bartolomeu Borba.
Joaquim casou-se com Ana Josefa Joaquina em 1820 em M Borba. Ana nasceu em Matriz Borba.

Eles tiveram os seguintes filhos
             18 F         i.  Alexandra nasceu em 4 agôsto 1820 em S Bartolomeu Borba.


Quinta Geração

    11. Francisca Vitória Babau (Joaquim José Babau, João Martins Babau, Caetano Martins Babau, João Rodrigues Pereira) nasceu em Matriz Borba.
Francisca casou-se com Joaquim António Silva Condenado. Joaquim nasceu em S Bartolomeu Borba.


Joaquim e Francisca tiveram os seguintes filhos:
             19 F         i.  Maria José Babau Condenado.
Maria casou-se com José Inácio Anselmo em 1867 em S Bartolomeu Borba.
             20 M       ii.  Julião nasceu em 26 janeiro 1858 em S Bartolomeu Borba.

10 comentários:

  1. O meu nome é Paulo Babau, e vivo em Marinha Grande, Leiria. Os meus pais são naturais de Estremoz e já há algum tempo que tento achar a origem do apelido Babau que não é muito vulgar. Cheguei a ir ao arquivo distrital de Évora, onde consegui achar alguns registos, mas a tarefa não é fácil e o meu tempo também é bastante limitado...Mais tarde através do arquivo digital consegui mais algumas informações mas nem todos os livros estão disponíveis e por vezes parece que chegamos a um beco sem saída.
    Descobri então muito recentemente o seu blog e qual não foi o meu espanto quando verifiquei que tinha referência ao meu apelido de família. Depois de analisar e verificar os nomes, não consigo encaixar as referencias que tem com as que tenho...Será que tem alguma informação que me possa ajudar? Os nomes que teno são os seguintes:
    João da Silva (Babau?) nascido província da beira (não sabe o lugar) e casado com Maria Rosa.
    Foi seu filho José da Silva (Babau?) nascido em Santa Anna do Bencatel - Vila Viçosa e casado com Victória de Jesus.
    Foi filho destes Francisco da Silva Babau nascido em 03-08-1851 baptizado a 12-08-1851 em Igreja de São Thiago de rio de Moinhos e que casou com Anna Maria.
    Foi filho destes Theophilo da Silva Babau, nascido a 18-04-1877 e baptizado a 29-04-1877 na Igreja de São Miguel de Machede - Evora e que casou com Constantina Maria Ferreira.
    É também um facto curioso embora possa não ter qualquer relação, que o antepassado mais antigo que tenho informação seja oriundo de "uma província da beira" e há algum tempo atrás descobri um lugar chamado Babau perto de Povoa de Midões - Tabua.
    Agradeço qualquer informação que possa ter e que certamente sendo um estudioso desta matéria, lhe suscitará também algum interesse.
    Os melhores cumprimentos
    Paulo Babau

    ResponderEliminar
  2. Caro Paulo

    Ainda bem que encontrou neste blogue um estímulo para poder iniciar ou retomar o estudo dos seus antepassados. As mais sinceras felicitações pela iniciativa. Será necessário alguma dose de persistência mas verá que valerá a pena.
    Fiquei com algumas dúvidas depois da leitura da sua mensagem, pelo que antes de apresentar qualquer sugestão para ajudá-lo a prosseguir com as suas pesquisas, terei que perguntar-lhe se os nomes que referiu são da sua ascendência ou se são aqueles que viu em algum lado, em qualquer publicação, e com os quais não consegue estabelecer uma ligação dos seus?

    Cumprimentos,
    Alengenea

    ResponderEliminar
  3. Boa noite,

    Desde já agradeço a sua resposta.
    Estes nomes são aqueles que consegui seguir na minha ascendência, através de assentos de baptismo, alguns que consegui no registo distrital de Évora, e outros no arquivo digital.
    Quando refiro que não consigo estabelecer ligação é com os que encontrei no seu blog, que apesar de terem o mesmo apelido e se situarem mais ou menos nas mesmas datas e na mesma zona geográfica, não se ligam com os que tenho. Também é de salientar o apelido Silva em alguns assentos é o único que é referido sendo o Babau omitido, por este motivo coloco (Babau?). Por aquilo que me parece nos assentos de baptismo muitas vezes os apelidos são omitidos embora vão passando através das gerações.
    Agradeço qualquer informação que possa ajudar. Se quiser posso enviar a informação que tenho no formato Pf5, talvez seja mais detalhada.
    Os melhores cumprimentos
    Paulo Babau

    ResponderEliminar
  4. Caro Paulo,

    Procurei nos meus apontamentos mas não tenho o registo de baptismo do seu ascendente José da Silva Babau, pois seria esse que permitiria avançar mais uma geração e, eventualmente, esclarecer a naturalidade de João da Silva Babau, seu pai. Não localizei o registo de casamento de João da Silva Babau com Maria Rosa, embora estivesse convencido de que teria ocorrido em Bencatel, a freguesia da naturalidade da noiva. José da Silva Babau e Vitória de Jesus tiveram, além do seu Francisco da Silva Babau, pelo menos mais um filho, chamado João, b. 20.8.1844 - Rio de Moinhos. A referida Vitória de Jesus foi baptizada em Rio de Moinhos a 8.10.1815 e era filha de José António Nasque e de Joaquina de Jesus (filha de Francisco José e de Francisca Maria), casados em Rio de Moinhos em 1810, ambos viúvos, ele de Gertrudes Vicência, com quem havia casado em 1797 em Rio de Moinhos, e ela não consegui apurar. O mesmo José António Nasque, b. 8.4.1776 em Rio de Moinhos, teve, pelo menos, 4 irmãos, entre os quais a minha ascendente Maria do Nascimento da Encarnação (pelo que teremos, por esta via, parentesco), filhos de José do Espírito Santo, n. Moura (S. João Baptista) e de Guilhermina Catarina, b. 26.11.1747 - Rio de Moinhos. O referido José do Espírito Santo era filho de Francisco Rodrigues e de Catarina da Conceição. Guilhermina Catarina era filha de Manuel Gonçalves e de Isabel Maria Goldrofe. Tenho mais elementos sobre a ascendência deste último casal que poderei, por ser mais fácil, enviar-lhe por e-mail.

    Cumprimentos,
    Luís Projecto Calhau

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Caro Paulo,

    Resta acrescentar que, quando tiver disponibilidade para me deslocar ao ADE, procurarei o registo de baptismo do seu José da Silva Babau, em Bencatel, no sentido de esclarecer a naturalidade do pai.

    Cumprimentos,
    LPC

    ResponderEliminar
  7. Caro Luís,

    Estas informações que enviou, já vão ajudar bastante, com isto indo ao digiarq penso que conseguirei achar mais alguns assentos.
    Curioso que esse José António Nasque já o tinha registado mas como Vasques. Com a sua informação voltei a verificar o assento de baptismo onde este aparece como avo materno de Francisco da Silva, e agora nem me parece Vasques nem Nasque o que parece agora é Naques. Vou-lhe enviar por e-mail este assento para que possa verificar.

    Cumprimentos
    Paulo Babau

    ResponderEliminar
  8. Caro Luis,

    Quando puder envie os elementos que tem por e-mail.
    Já agora, consegui aceder ao assento de baptismo da referida Guilhermina Catarina mas parece-me ser Guilherma, esse nome existe? Tambem o nome do seu pai é Manuel Gliz, será Gliz abreviatura de Gonçalves?

    Os melhores cumprimentos
    Paulo Babau

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Ao tentar descobrir mais informações sobre a minha família deparei-me com o seu blog, tão bem documentado! O meu avô (já falecido) Raúl António Camões Silva (nascido em 5 de Outubro de 1941 na freguesia dos Arcos, Estremoz) filho de Olívia Maria Camões e Gabriel Bernardo (da Silva?) Babau não recebeu o apelido do pai, meu bisavô (ao contrário dos seus dois irmãos, Joaquim António Camões Babau e Constantino Joaquim Camões Babau). Só não sabemos ao certo se o meu bisavô teria " da Silva" no nome. Caso tivesse, foi isso que originou a confusão nos nomes. Por agora são estas (as poucas) informações que tenho! Espero vir a saber mais em breve e poder comparar essas informações com as que apresenta aqui no blog. Espero que continue com o bom trabalho que tem feito até aqui, gostei muito do blog!

    Cumprimentos,
    Beatriz Silva

    ResponderEliminar