Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...

Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...
Pretende-se que este blogue se materialize num importante contributo para o estudo das famílias do Alentejo, com especial incidência nas zonas de Borba, Estremoz, Vila Viçosa, Alandroal e Redondo.





“A genealogia não deverá tornar-se num processo dissimulado de busca obsessiva por gente nobilitada, socialmente distinta, mas antes como um veículo facilitador do conhecimento e apropriação do modo de vida daqueles que, independentemente do seu estatuto social e da sua condição económica, representaram o elo de uma corrente - a mesma que só tomou forma porque cada elo esteve em dado momento no seu lugar, com maior ou menor bravura, maior ou menor sofrimento e espírito de sacrifício, mais ou menos propósito, simplesmente teve a nobreza e o dom, que mais não fosse, da sua própria existência… e creiam que à medida que vou envelhecendo, vou proporcionalmente tomando maior consciência da importância e necessidade de “genealogia” e “humildade” caminharem sempre de mãos dadas…”

__________________________________________________________________________ O Autor





Rosado

(A resenha genealógica que segue é da autoria do genealogista LUÍS JAIME RODRIGUES MARTINS, a quem se agradece o excelente contributo)
________


Rosado
São Bento do Mato

                                                                                    
§ 1

1. António Rosado que nasceu em data anterior a 1585 e se casou com Domingas Mendes.
Tiveram:

2. Nicolau Rosado que se diz natural do termo de Evoramonte e se casa a 5-9-1627 na Igreja do Freixo/Redondo com Catarina Luís filha de Mateus Jorge e de Maria Luís, testemunharam António Lopes, João Gonçalves e Gregório da Silva. 
Tiveram:

3.I) António, Baptizado no Freixo a 10-8-1627, foram padrinhos Francisco da Silva e Domingos da Silva.

3.II) Manuel Rosado que se casa em São Bento do Mato a 11-9-1679 com Isabel Ramalha filha de Francisco Ramalho e de Incensa Pires, testemunharam Francisco Coelho, Francisco Jorge e Pedro Carrasco. Manuel Rosado foi Lavrador da Herdade da Amendoeira.                                                                               Tiveram os seguintes filhos:

 4.I) Margarida Ramalha, baptizada a 21-2-1689 em São Bento do Mato, foram padrinhos Luís Coelho e Maria Vidigal.

 4.II) Mariana Ramalho que se casou a 30-8-1715 em São Bento do Mato com António Pegado (era então viúvo).

 4.III) Manuel Ramalho que segue;

 4. Manuel Ramalho, baptizado em São Bento do Mato a 14-1-1686, foi padrinho Domingos Nunes e madrinha Inês de Mira, casou em Santa Justa a 25-11-1708 com Margarida Rodrigues natural de Santana do Campo filha de André Roiz Pinto e de Luzia André Lavradores na  Herdade da Farijela, testemunharam António Roiz do Monte Branco e António Roiz Galego da Fonte Coberta. 
Tiveram:

5.I) Tomásia Rosada, baptizada na Igrejinha a 20-8-1718, foi padrinho António Pinto de Carvalho e madrinha Isabel Pires, casou em Santana do Campo a 28-8-1742 com Francisco Fernandes.

 5.II) Josefa Maria, Baptizada na mesma Igreja que e a irmã a 7-12-1721. foi padrinho Alexandre Pinto e madrinha Maria Martins, casou em Santana do Campo a 23-8-1744 com João Pinto natural de Pavia e filho de Domingos Banha e de Juliana Pinto.

 5.III) Isabel Ramalho que segue;

 5. Isabel Ramalho, baptizada a 8-8-1716 na Igrejinha, foi seu padrinho Alexandre Pinto e madrinha Maria Martins, casou em Santana do Campo a 1-11-1741 com Francisco Lopes natural do Vimieiro, filho de João Lopes e de Catarina Maria. (esta última era filha de Isabel Mialha, baptizada na Matriz do Vimieiro a 25-3-1665, neta materna de António Luís Mialha e de Isabel Esteves, naturais do Vimieiro.
Tiveram:

6. Joaquim António, natural de São Gregório e ai baptizado a 27-6-1748, casou em Santa Justa a 6-6-1779 com Justa Maria filha de José Roiz e de Francisca Maria Murteira. (Segue no ttº Alvares Azedo)

________

Sem comentários:

Enviar um comentário