Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...

Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...
Pretende-se que este blogue se materialize num importante contributo para o estudo das famílias do Alentejo, com especial incidência nas zonas de Borba, Estremoz, Vila Viçosa, Alandroal e Redondo.





“A genealogia não deverá tornar-se num processo dissimulado de busca obsessiva por gente nobilitada, socialmente distinta, mas antes como um veículo facilitador do conhecimento e apropriação do modo de vida daqueles que, independentemente do seu estatuto social e da sua condição económica, representaram o elo de uma corrente - a mesma que só tomou forma porque cada elo esteve em dado momento no seu lugar, com maior ou menor bravura, maior ou menor sofrimento e espírito de sacrifício, mais ou menos propósito, simplesmente teve a nobreza e o dom, que mais não fosse, da sua própria existência… e creiam que à medida que vou envelhecendo, vou proporcionalmente tomando maior consciência da importância e necessidade de “genealogia” e “humildade” caminharem sempre de mãos dadas…”

__________________________________________________________________________ O Autor





Álvares

- S. Gregório / Arraiolos -
Por: Luís J. R. Martins
_____
§ 1

Primeira Geração

1. Luís Dias que nasceu antes de 1615 e se casou com Isabel Alvares, foram lavradores da Herdade da Pontega em São Gregório. Luis faleceu a 28-8-1657 e Isabel a 19-12-1660 na referida herdade e foram sepultados na Igreja de São Gregório.
Tiveram os seguintes filhos:

+    2.M   i.   André Alvares
+    3.M   ii.  Diogo Gil que nascera em 1635 (1), foi Lavrador da Herdade da Pontega, foi
                     nomeado tutor dos irmãos após o falecimento dos Pais(1).
+    4.M   iii. Manuel Alvares, casou a 25-1-1693 em São Gregório com Apolónia Vinagre
                     já viúva de António Coelho.
+    5.M   iv.  António Dias
+    6.F     v.  Maria Luís (1), faleceu na Herdade da Pontega a + 4-4-1676 e foi sepultada na Igreja de São Gregório.
+    7.F     vi.  Catarina Luís (1), sem mais noticia.
+    8.M   vii. Sebastião Luís, foi baptizado em Santana do Campo a 24-1-1646, foi padrinho Luís Pais e madrinha Isabel Pinto. Sebastião Luís faleceu na Herdade da Pontega a 16-12-1672 e foi sepultado na Igreja de São Gregório.


Segunda Geração

2. André Alvares, baptizado em Santana do Campo a 18-12-1648, foi padrinho o Padre Jerónimo Coelho de Oliveira e madrinha Isabel Pinto. Casou em São Gregório a 17-1-1683 com Maria Luís filha de André Luís e de Inês Chaveira.  (tt.º Chaveiros I)
Tiveram os seguintes filhos:

+    9.F    i.   Ana Giloa 
+  10.F    ii.  Isabel Alvares
+  11.M   iii. António Luís
+  12.M   iv. José Chaveiro, baptizado em São Gregório a 15-3-1699, casou na mesma Igreja a 24-1-1724 com Catarina Coelha filha de Manuel Mendes e de Isabel Pinto.  (ttº Coelho I)
+ 13.M    v.  André Alvares que se casou em São Gregório a 22-12-1732 com Florencia Maria filha de António Luís e de Catarina Rebocho. (ttº Rebocho III)
+ 14.F     vi.  Maria Luís
 
5. António Dias, casou na Igrejinha a 11-10-1677 com Catarina Vidigal filha de Francisco Vidigal e de Maria Gonçalves.
Tiveram:

+ 15.M   i. Domingos Vidigal, casou em São Miguel de Machede a 18-5-1710 com Maria Fialho (já viúva de Francisco Rosado), filha de André Domingos e de Maria Fialho.


Quarta Geração

9. Ana Giloa, baptizada a 10-11-1686 (gémea de Isabel Alvares) em São Gregório, foi seu padrinho o tio paterno Diogo Gil e Ana Luís, casou na mesma Igreja a 12-2-1710 com Bento Mendes filho de Manuel Mendes e de Isabel Pinto. (ttº Mendes)
Tiveram os seguintes filhos:

+ 16.F   i. Isabel Coelha
+ 17.F   ii. Maria Gil
+ 18.F   iii. Páscoa Gil, baptizada em São Gregório a 4-4-1723, casou na mesma Igreja a 17-12-1753 com António Ramalho filho de Manuel Carrasco e de Margarida Ramalho
+ 19.F   iv. Rosa Maria

10.Isabel Alvares, baptizada a 10-11-1686 em São Gregório, foram padrinho Manuel Alvares e Gaspar Chaveiro. Casou na mesma Igreja com Gregório Mendes filho de Manuel Mendes e de Isabel Pinto. (ttº Mendes)
Tiveram os seguintes filhos:

+ 20.F   i.  Maria Alvares
+ 21.F   ii. Mariana Luís que casou em São Gregório a 12-5-1748 com José Dordio filho de Manuel Carrasco e de Brígida Rodrigues
+ 22.M   iii. Manuel Alvares, baptizado em São Gregório a 7-7-1710, casa na mesma Igreja a 27-9-1750 com Brígida da Guerra filha de António Cardoso e de Mariana da Guerra
+ 23.F   iv. Isabel Alvares que casou em São Gregório a 6-10-1754 com António Luís filho de António Luís e de Maria Teles.

11. António Luís, baptizado em São Gregório a 30-5-1699. Casa a 24-9-1719 com Maria da Guerra filha de Domingos Carrasco e de Isabel Dordio. (ttº Carrascos)
Tiveram:

+ 24.F   i. Isabel Dordia

14. Maria Luís, casou em São Gregório a 9-2-1735 com Pedro da Guerra filho de Francisco da Guerra e de Margarida Pires. Maria casou segunda vez na mesma Igreja a 15-11-1735 com João Rodrigues, natural da Igrejinha filho de António Marques e de Brites dos Santos.


Quinta Geração

16. Isabel Coelha, baptizada em São Gregório a 8-8-1712, casou na mesma Igreja a 17-8-1732 com João Rosado filho de Sebastião Rosado e de Helena Figueira. Testemunharam Manuel Rosado, lavrador da Herdade do Coval e Romão Luís, lavrador da Herdade da Serra. 
(Segue no Titulo Rosado I)

17. Maria Gil, baptizada em São Gregório a 8-1-1718, casou na mesma Igreja a 28-1-1730 com Duarte Lopes filho de Domingos do Amaral e de Margarida Lopes, naturais do lugar de Cativelos, freguesia de São Sebastião, termo do Casal. Casou segunda vez em São Gregório a 26-8-1742 com João Rodrigues (já viúvo de Joana Fragosa).

19. Rosa Maria que casou em São Gregório a 22-10-1738 com António Rodrigues filho de Sebastião Rosado e de Páscoa Rodrigues. 
(Segue no Titulo Rosado I)

20. Maria Alvares que se casou em São gregório a 14-8-1735 com Francisco Rosado filho de Sebastião Rosado e de Helena Figueira.   
(Segue no Titulo Rosado I)

24. Isabel Dordia que se casou com Francisco Luís filho de João Luís e de Mariana Fragosa
Tiveram:

+ 24.F   i.  Rosália Maria

Sexta Geração

24.Rosalia Maria, baptizada em São Pedro da Gafanhoeira a 22-2-1756, casou com Tomé de Mira filho de Manuel Coelho e de Andressa de Mira.
Tiveram:

+ 25.M   i. José de Mira Coelho

Sétima Geração

25. José de Mira Coelho, baptizado em São Pedro da Gafanhoeira a 1-12-1784. Casou na Igreja Matriz de Arraiolos a 3.11-1816 com Bernardina de Jesus filha de Bernardino Piteira e de Antónia Luísa.
Tiveram:

+ 26.M   i. Bernardino José de Mira, com descendência conhecida.

(1) Segundo informação retirada do Inventario Orfanológico de Luís Dias de 1657, Arquivo Municipal de Arraiolos.
_____


Nota: Agradece-se o envio de informações complementares / correcções relativas aos elementos apresentados para o endereço alengenea @ gmail.com (sem espaços)

Sem comentários:

Enviar um comentário