Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de autoconhecimento...

Estudar as nossas raízes faz parte de um processo de auto-conhecimento...

Pretende-se que este blogue se materialize num importante contributo para o estudo das famílias do Alentejo, com especial incidência nas zonas de Borba, Estremoz, Vila Viçosa, Alandroal e Redondo.





“A genealogia não deverá tornar-se num processo dissimulado de busca obsessiva por gente nobilitada, socialmente distinta, mas antes como um veículo facilitador do conhecimento e apropriação do modo de vida daqueles que, independentemente do seu estatuto social e da sua condição económica, representaram o elo de uma corrente - a mesma que só tomou forma porque cada elo esteve em dado momento no seu lugar, com maior ou menor bravura, maior ou menor sofrimento e espírito de sacrifício, mais ou menos propósito, simplesmente teve a nobreza e o dom, que mais não fosse, da sua própria existência… e creiam que à medida que vou envelhecendo, vou proporcionalmente tomando maior consciência da importância e necessidade de “genealogia” e “humildade” caminharem sempre de mãos dadas…”

__________________________________________________________________________ O Autor





Carapeta

Primeira Geração

      1. António Silveiro nasceu / foi bapt. em Matriz Sousel.
António casou com Maria Cabeça. Maria nasceu / foi bapt. em Matriz Sousel.

Tiveram os seguintes filhos:

+          2 M        i.  João Silveiro.


Segunda Geração

      2. João Silveiro (António Silveiro) nasceu / foi bapt. em Matriz Sousel.
João casou com Joana Maria em 1740 em Santo Estevão Estremoz. Joana nasceu / foi bapt. em Santo Estevão - Estremoz.

Tiveram os seguintes filhos:

+          3 M        i.  Manuel Silveiro nasceu / foi bapt.  em 1741.


Terceira Geração

      3. Manuel Silveiro (João Silveiro, António Silveiro) nasceu / foi bapt. em 1741 em Matriz Sousel.
Manuel casou com Isabel Inácia Reixa. Isabel nasceu / foi bapt. em N. Sr.ª  de Barros - Avis.

Tiveram os seguintes filhos:

+          4 M        i.  João Silveiro Carapeta nasceu / foi bapt.  em 1779.


Quarta Geração

      4. João Silveiro Carapeta (Manuel Silveiro, João Silveiro, António Silveiro) nasceu / foi bapt. em 1779 em Matriz Sousel.
João casou com Bernardina Inácia em 1801 em Matriz Sousel. Bernardina nasceu / foi bapt. em 1786 em Matriz Sousel.

Tiveram os seguintes filhos:

+          5 M        i.  Francisco Silveiro Carapeta.

+          6 M       ii.  António Silveiro Carapeta nasceu / foi bapt.  em 1805.


Quinta Geração

      5. Francisco Silveiro Carapeta (João Silveiro Carapeta, Manuel Silveiro, João Silveiro, António Silveiro) nasceu / foi bapt. em Matriz Sousel.
Francisco casou com Balbina Rosa. Balbina nasceu / foi bapt. em Santo Aleixo - Monforte.

Tiveram os seguintes filhos:

+          7 M        i.  João António Silveiro Carapeta nasceu / foi bapt.  em 1842.

      6. António Silveiro Carapeta (João Silveiro Carapeta, Manuel Silveiro, João Silveiro, António Silveiro) nasceu / foi bapt. em 1805 em Matriz Sousel.
António casou com Teodora do Amor Divino. Teodora nasceu / foi bapt. em 1804 em Matriz Sousel.

Tiveram os seguintes filhos:
               8 F         i.  Bona Carolina Silveiro Carapeta nasceu / foi bapt. em 1843 em Matriz Sousel.
Bona casou com João António Silveiro Carapeta. João nasceu / foi bapt. em 1842 em Santo Aleixo.


Sexta Geração

      7. João António Silveiro Carapeta (Francisco Silveiro Carapeta, João Silveiro Carapeta, Manuel Silveiro, João Silveiro, António Silveiro) nasceu / foi bapt. em 1842 em Santo Aleixo.
João casou com Bona Carolina Silveiro Carapeta, filha de António Silveiro Carapeta e Teodora do Amor Divino. Bona nasceu / foi bapt. em 1843 em Matriz Sousel.

Tiveram os seguintes filhos:

+          9 M        i.  António João Silveiro Carapeta nasceu / foi bapt.  em 1869.


Sétima Geração

      9. António João Silveiro Carapeta (João António Silveiro Carapeta, Francisco Silveiro Carapeta, João Silveiro Carapeta, Manuel Silveiro, João Silveiro, António Silveiro) nasceu / foi bapt. em 1869 em Santo André - Estremoz.
António casou com Teresa de Jesus Abebora. Teresa nasceu / foi bapt. em Santo André -Estremoz.

Tiveram os seguintes filhos:

+        10 M        i.  Joaquim Manuel Silveiro Carapeta nasceu / foi bapt.  em1902.


Oitava Geração

    10. Joaquim Manuel Silveiro Carapeta (António João Silveiro Carapeta, João António Silveiro Carapeta, Francisco Silveiro Carapeta, João Silveiro Carapeta, Manuel Silveiro, João Silveiro, António Silveiro) nasceu / foi bapt. em 1902 em Santo André - Estremoz.


2 comentários:

  1. Deixo aqui uma achega sobre esta Família:
    I. João Baptista Silveiro Reixa Carapeta, n. Sousel, Sousel, bp. 04.12.1779, m. Sousel, Sousel, 11.03.1852. Tem como padrinho de baptismo João Baptista Lisboa, Vigário da Vara da Vila de Sousel. É o primeiro a usar o apelido Carapeta na Família Silveiro Carapeta. Casa em Sousel, Sousel, 30.08.1801, com Bernardina Inácia, n. Sousel, Sousel, bp. 22.01.1786, filha de Simão Francisco, n. Guarda, Sé, e de Marcelina Inácia, n. Sousel, Sousel, bp. 15.09.1759.
    Tiveram os seguintes filhos:
    (II) 1. José, n. Sousel, Sousel, 29.06.1803. Morre menor.
    (II) 2. António Silveiro Carapeta * Sousel, Sousel, 26.04.1805, m. Sousel, Sousel, 13.03.1883. Proprietário. Vogal da Junta de Paróquia de Sousel. Casa com Teodora do Amor Divino, n. Sousel, Sousel, 16.04.1804, filha de João de Sousa, n. Sousel, Sousel, e Joaquina Rosa, n. Olivença.
    (II) 3. Francisco Silveiro Carapeta, n. Sousel, Sousel, 19.08.1807. Casa com Balbina Rosa, n. Monforte, Santo Aleixo, filha de Cristóvão Franco, n. Estremoz, Veiros, e Antónia Jacinto, n. Monforte, Santo Aleixo.
    (II) 4. Ezequiel, n. Sousel, Sousel, bp.21.01.1810.
    (II) 5. Manuel, n. Sousel, Sousel, bp. 17.10.1813.
    (II) 6. Marcelina, n. Sousel, Sousel, bp. 17.12.1815.
    (II) 7. João, n. Sousel, Sousel, 21.05.1818.
    (II) 8. José Silveiro Carapeta, n. Sousel, Sousel, 04.09.1820, m. Sousel, Sousel, 16.07.1893. Proprietário. Casa com Senhorinha Rosa da Silveira, n. Sousel, Sousel, filha de João Inácio da Silveira e Mariana dos Prazeres.
    (II) 9. Matilde da Encarnação Silveiro Carapeta, n. Sousel, Sousel, 16.03.1823. Casa em Sousel, Sousel, 03.09.1848, com Joaquim Pedro da Silva.
    (II) 10. Mariana Rita Silveiro Carapeta, n. Sousel, Sousel, 03.05.1825. Casa com Manuel Guerra, n. Sousel, Sousel, filho de Joaquim Guerra e Bonifácia Maximina.
    (II) 11. Ludovina Rosa Silveiro Carapeta, n. Sousel, Sousel, 21.10.1827, m. Sousel, Sousel, 05.10.1907. Casa em Sousel, Sousel, 07.11.1849, com António Filipe da Costa Marchante, n. Sousel, Sousel, n. 11.01.1828, m. Sousel, Sousel, 30.06.1903. É o primeiro a usar o apelido Marchante na Família Marchante.

    ResponderEliminar
  2. Deixo mais uma texto sobre esta Família, pondo agora em título a geração que antecede aquela que expus no comentário anterior.
    I. Manuel Silveiro, n. Estremoz, Santo Estêvão, 30.11.1741. Lavrador e co-Proprietário, com seus irmãos e cunhados, da Herdade do Corticeiro, em Santo Estêvão. Casa em Sousel, Sousel, 27.10.1776, com Isabel Inácia Reixa, n. Avis, Figueira e Barros, bp.14.09.1758, filha de Francisco dos Reis, n. Sousel, Cano, bp. 29.01.1720, e de Ana Maria Reixa, n. Avis, Figueira e Barros.
    Tiveram os seguintes filhos:
    (II) 1. António Silveiro, n. Sousel, Sousel, bp. 24.09.1777.
    (II) 2. João Baptista Silveiro Reixa Carapeta cc Bernardina Inácia. (Para dados sobre ambos ver comentário anterior). [São meus tetravós].
    (II)3. Teresa, n. Sousel, Sousel, bp. 12.04.1782.
    (II)4. Francisco, n. Sousel, Sousel, bp. 19.02.1785. Tem como padrinho de baptismo o tio materno António dos Reis Reixa.
    (II) 5. Macedónio, n. Sousel, Sousel, bp. 15.12.1786.
    (II) 6. Maria, n. Sousel, Sousel, bp. 03.09.1789. Tem como padrinho de baptismo o tio materno António dos Reis Reixa.
    (II) 7. Umbelina Teresa Rosa, n. Sousel, Sousel, bp. 15.10.1791. Casa com Serafim José da Costa, n. Sousel, Sousel, bp. 07.01.1789. Soldado no Regimento de Cavalaria N.º 8, de Elvas. Filho de José da Costa, n. Fornos de Algodres, Fornos de Algodres, 19.09.1755, que casa quatro vezes em Sousel, enviúva três e tem 13 filhos, e de sua 3.ª mulher Teresa de Jesus, n. Sousel, Sousel.
    (II) 8. Firmino José Silveiro Reixa, n. Sousel, Sousel, 31.05.1794, m. Sousel, Sousel, 31.10.1861. Tem como padrinho da baptismo o seu irmão mais velho António Silveiro. Será o primeiro progenitor da Família Firmino, de Sousel, pois os seus descendentes adoptarão o seu nome próprio como apelido. Casa em Sousel, Sousel, 25.09.1820, com Josefa Helena Álvares [ou Alves] Catrunfo, n. Sousel, Sousel, bp. 19.07.1789, m. Sousel, Sousel, 10.12.1854, filha de Joaquim Álvares Catrunfo, n. Sousel, Sousel, bp. 19.11.1758, m. Sousel, Sousel, 16.05.1826, e de sua mulher Cecília Rosa, n. Sousel, Sousel, bp. 19.11.1754. [Firmino José Silveiro Reixa e Josefa Helena Álvares Catrunfo são meus tetravós duas vezes].
    (II) 9. Ricarda, n. Sousel, Sousel, bp. 16.10.1796.

    ResponderEliminar